sexta-feira, 4 de abril de 2008

PARA LER E PENSAR


.
Ofício de quem pensa

Quando escrevo
Dito uma sentença
Que pode unir
Ou causar desavença.
Ainda assim
Não fujo
Ao ofício de quem pensa.

2 comentários:

Rafaela Silva Santos disse...

Leandro esse poema é pequeno e bem pensado de fato,não tem como fugir do óficio de quem pensa.Beijuuss

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Não fuja.

Abraços,

*CC*