domingo, 28 de janeiro de 2007

ESTOU SEMPRE SÓ



Sou um homem só,
tenho certeza
nessa vida que é
uma brevidade.

Mas penso
que com isso não ofendo
a Natureza.
Pois igualmente só estarei
na eternidade.

2 comentários:

ETC disse...

Fala, grande Leandro!

Pronto! Já estou apontando para o novo site!

Grande abraço!

Josiani disse...

Você é um poeta especial.
Continue com todo esse talento.
Abraços